Acompanhamento das EJ Institucionalizadas


História da Empresas Juniores

O conceito de empresa júnior surgiu na França, em 1967, na instituição de ensino ESSEC Business School.

O objetivo inicial era realizar pesquisas de mercado encomendadas por empresas, aliando a possibilidade de colocar em prática o aprendizado com a oferta de um serviço ágil e econômico.

Dois anos depois, foi criada a Confederação Nacional das Empresas Juniores (CNJE), e logo o modelo francês começou a se espalhar pelo mundo.

No Brasil, as ideias das EJs chegaram em 1987, mas a primeira empresa júnior do país (EJFGV) foi fundada um ano depois, pelos alunos da Fundação Getúlio Vargas.

Porque optar por uma Empresa Júnior

Optar por uma empresa júnior é uma forma de apoiar o desenvolvimento profissional dos estudantes e fazer a ponte entre o meio acadêmico e empresarial.

Muito além de serviços baratos, as EJs oferecem soluções de qualidade à altura do mercado profissional, seja para projetos de consultoria, protótipos de novos produtos ou estratégias de gestão.

Não à toa, grandes corporações como a AmBev, Bradesco e Votorantim estão sempre de portas abertas para empresários juniores.

As Empresas Júnior contempla as necessidades de três clientes principais

Os alunos:  que participam de EJs têm a chance de trocar conhecimento e experiências com seus colegas, aprendendo a lidar com os desafios do empreendedorismo ainda na fase de formação. O resultado é o desenvolvimento pessoal, acadêmico e profissional, com a vantagem de explorar ideias criativas em um ambiente descontraído.

As empresas: São muitas as empresas que se beneficiam dos projetos desenvolvidos por EJs, graças à qualidade excepcional das soluções. Os serviços são orientados por professores e possuem preços acessíveis, uma vez que não há fins lucrativos. Logo, é uma oportunidade única de ter acesso a projetos de alto nível com um custo muito baixo.

As universidades: Para as universidades, as empresas juniores garantem uma reputação sólida e são motivo de orgulho. Além disso, tornam a instituição mais atrativa para novos alunos, parcerias e clientes.

 

Empresas Juniores Institucionalizadas como atividades de extensão junto à PROCEA/UNIR

1° - Certidao 154/2019 -  UNIVET (Medicina Veterinária - Rolim de Moura)

2° - Certidao 228/2019  - CAS JÚNIOR (Dpt. Engenharia Ambiental - Ji-Paraná)

3° - Certidao 01/2020 - A5 Engenharia Jr. - (Núcleo de tecnologia - Porto Velho)

4° - Certidão 01/2021 - Floresta Júnior - Empresa de Assessoria Ambiental - (Engenharia Florestal - Rolim de Moura)

 

Formulários de Prestação de Contas

ORIENTACOES SOBRE A PRESTACAO DE CONTAS DA EJ

MODELO DE RELATORIO PRESTACAO CONTAS EJ

TERMO DE VOLUNTARIADO EJ 

 

 

Legislação EJ

LEI Nº 13.267, DE 6 DE ABRIL DE 2016 (Disciplina a criação e a organização dasassociações denominadas empresas juniores,com funcionamento perante instituiçõesde ensino superior.)

Resolução 530/CONSEA/2018 (Dispões sobre a institucionalização das Empresas Júnior como uma atividade de extensão da UNIR)

Federação das Empresas Junior de Rondônia (Fejero): fejerobrasil@gmail.com  Tel.: (69) 9305-2010